Tudo Sobre Liubliana

Fiquei completamente apaixonada pela capital da Eslovênia assim que botei meus pés lá. O caminho do aeroporto para a cidade era super fofo e o centro da cidade um charme só. As ruas são repletas de casinhas coloridas, mercados locais, restaurantes típicos, muitas sorveterias e pontes! Liubliana me encantou e espero que com esse post você se encante também.


Por aqui, te conto tudo o que você precisa saber antes de conhecer esse lugar incrível. Da capital, é possível visitar diversas cidades perto e explorar todas as belezas que a Eslovênia guarda. Vem comigo:

Como Chegar

Não existem voos diretos do Brasil para a Eslovênia, mas é bem tranquilo chegar na capital. O país faz fronteiras com a Itália, Áustria, Croácia e Hungria e é possível chegar de trem a partir de diversas cidades próximas ou de escalas das principais capitais europeias.

Cheguei ao aeroporto de Liubliana pela companhia Adria Airways após uma escala em Paris, mas minhas amigas foram de Airlinair, uma low cost francesa. De lá, peguei o transfer da GoOpti por 9 euros que te deixa aonde você quiser no centro. Mal cheguei na cidade e já me apaixonei, Liubliana é muito fofa e super bem cuidada. As ruas são cheias de casinhas coloridas, arranjos de flores e bicicletas.

 


Onde Se Hospedar

b2de612d-963c-421d-9389-221b1d19dfbf
rio ljubljanica

Fiquei hospedada no Hostel Tresor, super bem localizado, bem pertinho de todas as atrações principais da cidade e da praça principal, a Preseren Square. Recomendo se hospedar em qualquer lugar perto das margens do rio Ljubljanica.

O Hostel Tresor era pertinho da Ponte Tripla e é um antigo banco, por isso o nome. Eu e duas amigas ficamos num quarto feminino para 6 pessoas com banheiro compartilhado. O quarto era confortável, apesar de não ter tomadas em todas as camas e de o espelho ser só de rosto hehehe.


O café da manhã apesar de simples é bem gostoso: uma torrada ou croissant (chocolate ou geleia) + café por 2 euros. Se quiser adicionar suco, sai por 3 euros. A diária do hostel foi de 46 euros por pessoa, não achei barato, mas gostei tanto do lugar que compensou.

O Que Fazer


Só de andar pelas ruas da cidade já vale a pena a viagem, cada esquina guarda um cantinho especial. Fiquei louca nas flores e bicicletas espalhadas pela cidade toda. Numa caminhada rápida é possível conhecer muitos dos pontos turísticos da capital.


Quando eu pedi indicação de algum lugar pra almoçar no hostel, a moça me mostrou o mapa e me apontou um lugar depois da ponte, que pelo mapa parecia ser longe. Não foram nem 5 minutos a pé (com direito a paradas para tirar fotos!).

8458a6bc-9a71-40be-a24f-9ac9a39ad04e
praça de preseren

Conheci a Praça de Preseren, a principal da cidade e que era na porta do meu hostel! Lá fica a estátua do poeta esloveno France Preseren e a Igreja Franciscana da Anunciação, que é rosa, um amor. Logo em frente, a famosa Ponte Tripla. Atravessando a ponte, fica a Prefeitura, e no final da rua, o Mercado Central, que estava fechado quando eu fui, mas passei por tantos mercados de rua, que deu pra sentir o gostinho.


Atravessamos a Cobbler’s Bridge, linda demais, e andando pra dentro da rua da outra margem do rio, chegamos na praça da Congresso, com uma vista linda do Castelo. Além desses pontos, a cidade guarda um jardim famoso chamado Tivoli, o maior de Liubliana. Esse fica pra próxima, mais um motivo pra voltar!

3bb6a230-14bf-4958-b996-65f568cbf9ea
praça do congresso e castelo ao fundo

Além disso, a atração mais famosa da cidade é o Castelo de Liubliana. Dá pra chegar tanto a pé quanto de funicular, mas nós preferimos seguir a trilha de aproximadamente 15 minutos a partir do centrinho da cidade.


O caminho é um pouco íngreme, mas como é rapidinho foi tranquilo. O Castelo, que já teve funções de quartel, fortaleza e prisão, guarda bastante da história de Liubliana e oferece diversas exibições permanentes e temporárias.

É possível visitar a antiga prisão, passear pelas áreas abertas do Castelo e subir na Torre de Observação, onde a vista para a cidade é de 360 graus! Quando fomos, também estava rolando um festival de cinema ao ar livre, com filmes exibidos no pátio do Castelo.

28a7e44c-6d58-4cce-97a6-a53450259046
cinema ao ar livre no castelo!

Vale muito a visita! Ah, para entrar no Castelo e conhecer a maioria das exposições, não é cobrada a entrada, mas acredito que para algumas exposições temporárias seja cobrado algum ingresso.

Dicas

Eu amei a comida eslovena! Eles comem muita carne de porco, linguiça, batatas e cogumelos! O prato que eu mais gostei de comer foi um lombinho de porco no estilo”pleterje”, ou seja, acompanhado de uma massa bem leve com recheio de queijo e uma molho maravilhoso de farelo de pão na manteiga.


Comi no restaurante Gostilna Sokol, super bem recomendado por várias pessoas que pedimos indicação. Não deixe de provar a sobremesa típica da região: Kremšnita, uma torta de baunilha, chantilly e camadas de massa folhada.


Falando em comida, percebi que os bares e restaurantes param de servir jantar cedo, então se programe para comer não muito tarde. Depois de 22h/23h são servidos apenas drinks, ai os gulosos fazem como? Hahaha tem que comer mais cedo pra não acabar comendo no McDonald’s, como eu fiz. Ah, na Eslovênia também tem Mlinar, uma rede que tinha na Croácia e serve diversos tipos de sanduíches, baguetes e croissants num preço ótimo!

bb344a9b-17ea-4e01-91d5-17fbddb25c2c
se liga naquele 0,95€ hahaha

Como Liubliana pode ser seu ponto de partida na Eslovênia, considere alugar um carro para fazer roadtrips pelo país e conhecer mais lugares lindos! Também existe a opção de visitar os locais de trem, mas o carro dá aquela liberdade de tempo e itinerário, né?

Nós alugamos na Avant Car por 36 euros a diária. Para pegar e devolver o carro foi bem tranquilo e não tivemos nenhum problema com a empresa. É importante checar se você está recebendo o Vignette, um passe essencial para dirigir pelas estradas do país. Se informe com a empresa de aluguel de carro se eles já fornecem o passe.

O centrinho da cidade é bem pequeno, então dá pra conhecer tudo em um dia! Separe os outros dias para explorar os arredores da capital e suas belezas naturais. Não deixe de conhecer as famosas Cavernas de Skocjan, o Castelo de Predjama, as Cavernas de Postjona, Lago Bled e o Triglav Park.

7a34fb6f-c8dd-4a39-87ed-2bc747913c2a
um pouquinho de bled pra te deixar com vontade de ler sobre esse destino!


Além desses lugares, algumas cidades também são um ótimo ponto para parar e almoçar ou até se hospedar durante a viagem, como Piran e até mesmo Bled.

No próximo post te conto mais sobre esses outros lugares imperdíveis na Eslovênia! Fica de olho 🙂

Espero que tenha gostado.

Beijos,

Duda

Anúncios

6 comentários sobre “Tudo Sobre Liubliana

  1. Oi, Duda!
    Vocês ficaram 4 dias pelo que li no post sobre Bled, certo? Além de Ljubljana e Bled, foram mais pra onde? Foi tranquilo dirigir por lá?
    Estou planejando ir em maio e ficar de 6 a 7 dias.
    Chegaram a ir a Piran? Queria saber se vale a pena passar uma noite lá.
    Obrigada!

    Curtir

    1. Oi, Rafaela, tudo bom?
      Foi bem tranquilo dirigir por lá! Nós fomos para o Castelo de Predjama e nas Cavernas de Postojna num dia e no outro no Triglav Park para conhecer o Lago Bohinj. Eu aconselho ficar por ai mesmo, 6 a 7 dias, acho que você vai aproveitar muito! Tinha outros lugares no Triglav que eu queria ter ido e não deu tempo, e em Bled também. Eu não fui pra Piran mas vi fotos e achei lindo, acho que vale sim 🙂 Vou postar mais sobre a Eslovênia aqui, fica de olho! E qualquer coisa me manda mensagem que eu respondo por aqui também. Beijos, Duda

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s